AdSense

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

UMA TERRA MUITO BOA - ROBERT MURRAY M'CHENEY

“E falaram a toda a congregação dos filhos de Israel, dizendo: A terra pela qual passamos a espiar é terra muito boa. Se o Senhor se agradar de nós, então nos porá nesta terra, e no-la dará; terra que mana leite e mel.” (Números 14:7-8)
Quando os filhos de Israel chegaram à fronteira da terra prometida, Moisés, sob a ordem de Deus, enviou doze homens para espiar a boa terra. Eles a espiaram por 40 dias, de um lado para o outro, e depois voltaram, trazendo um cacho de uvas, carregado por dois homens em uma vara, colhido do fecundo Vale de Escol. Mas dez dos espias trouxeram um mau relatório da terra. O terreno, segundo eles, era bom; mas os habitantes eram gigantes, e as cidades fortificadas até aos céus; e a conclusão que chegaram foi: “Não poderemos subir contra aquele povo, porque é mais forte do que nós” (versículo 31).
Josué e Calebe sozinhos tentaram acalmar o povo. Eles não negaram que os homens eram altos, e que as cidades eram fortificadas; mas apontaram para a coluna de nuvem, para responder a todas as objeções: “O Senhor está conosco”, e subjugaremos o povo tão facilmente como nós comemos pão. “A terra pela qual passamos a espiar é terra muito boa”.
Doutrina: Se Deus agradar-Se em uma alma, ele a trará para a boa terra.
.
I. Mostrar quem são aqueles em quem Deus Se deleita.
1. Deus não tem prazer na alma natural. “Se tu, Senhor, observares as iniquidades, Senhor, quem subsistirá?” [Salmos 130:3]. “Porque tu não és um Deus que tenha prazer na iniquidade, nem contigo habitará o mal”. [Salmos 5:4]. “Tu és tão puro de olhos, que não podes ver o mal” [Habacuque 1:13]. “Ó Deus, tu matarás decerto o ímpio”. Os filhos de Eli não deram ouvidos à voz de seu pai; porque o Senhor os queria matar. É a própria natureza de Deus o odiar e se afastar daquilo que é pecaminoso. Uma pessoa com um bom ouvido para a música não pode deliciar-se com algo desafinado e dissonante. É impossível em sua própria natureza. Assim, é impossível em Deus o deleitar-se em um pecador deliberado. Uma pessoa coberta com o pecado é totalmente contrária à natureza de Deus; e, portanto, quando os pecadores deliberados e Deus se encontrarem no julgamento, Deus não terá misericórdia, nem cederão os Seus olhos. Ele dirá: “Amarrai-o de pés e mãos, levai-o, e lançai-o nas trevas exteriores” [Mateus 22:13].
Oh! Vocês que se cobrem de pecado, pensem nisso. Vocês que estão descobertos aos olhos de Deus, preparem-se para encontrar o seu Deus. Como vocês entrarão na presença de alguém que abomina o pecado, quando Ele colocar os seus pecados mais secretos à luz de seu rosto, quando Ele trouxer à luz todas as obras ocultas das trevas, quando vocês darão conta de toda palavra torpe? Ah! Onde vocês aparecerão?
2. Ele Se deleita em alguém aspergido com o sangue de Cristo. Quando um pecador merecedor do inferno é iluminado no conhecimento de Cristo, quando ele crê no testemunho que Deus deu a respeito de Seu Filho, e com alegria consente que o Senhor Jesus seja seu Fiador, em seguida, o sangue de Cristo é, por assim dizer, aspergido sobre essa alma. Quando Arão e seus filhos foram separados para o sacerdócio, o sangue do cordeiro foi colocado sobre a ponta da orelha direita deles, e o dedo polegar da sua mão direita, e no dedo polegar do seu pé direito, para significar que eles foram mergulhados no sangue da cabeça aos pés; por isso, quando Deus olha sobre uma alma em Cristo, Ele a vê mergulhada no sangue do Salvador. Ele olha para a alma como tendo sofrido tudo o que Cristo sofreu; portanto, Ele Se deleita naquela alma. Seu senso de justiça é satisfeito. Deus tem um senso infinito de justiça. Seus olhos contemplam todas as coisas igualmente; agora, quando Ele vê o sangue de Seu Filho aspergido sobre qualquer alma, Ele vê que a justiça teve sua plena satisfação naquela alma, que os pecados desse homem foram mais plenamente punidos do que se ele mesmo os tivesse suportado eternamente.
Seu senso de misericórdia está satisfeito. Ele Se deleita na benignidade. Mesmo quando a justiça esteve clamando: “Ó Deus, tu matarás decerto o ímpio” [Salmo 139:19], Sua misericórdia estava anelando pelos pecadores, e Ele providenciou o resgate. E agora, quando o pecador se apegou ao resgate, a misericórdia é derramada em perdão. Deus Se deleita na misericórdia; Ele Se deleita em perdoar a alma. É doce notar como Jesus Se agrada em perdoar os pecados. Na mulher que lavou os Seus pés, como ele parece insistir nisso! “Os seus muitos pecados lhe são perdoados” [Lucas 7:47]. E mais uma vez Ele disse a ela: “Os teus pecados te são perdoados” [v. 48]; e de novo, pela terceira vez: “Vá em paz” [v. 50]. E assim Deus ama perdoar: “Há alegria diante dos anjos de Deus por um pecador que se arrepende” [Lucas 15:10].
Um convite aos pecadores trementes a virem a Jesus. Alguns de vocês estão tremendo sob um sentido de estarem expostos à ira de Deus. Qual dos Seus mandamentos você não quebrou? Seu caso é de fato sombrio, seus medos são mui justos e razoáveis; e se você percebesse a sua condição totalmente, eles seriam dez mil vezes maiores. No entanto, aqui há uma fonte aberta para o pecado e a impureza. Se você apenas estiver disposto a vir ao Senhor Jesus, você não precisa manter-se mais por mais nenhum momento fora do favor de Deus. Você vê quão completamente seguro você estaria, se você tomasse deste sangue. Um Deus justo e misericordioso Se deleitará em você, para perdoar-te. É totalmente em vão que você tente a sua justiça própria; ela nunca fará com que Deus Se deleite em você, pois são trapos imundos diante dos Seus olhos, mas o sangue da expiação, o sangue do Cordeiro, fala de paz.
3. Deus Se deleita no santificado. Vocês se lembram, no livro do Apocalipse, quantas vezes Jesus diz: “Eu conheço as tuas obras”. Ele o diz com deleite, no caso de Esmirna: “Conheço as tuas obras, e tribulação, e pobreza (mas tu és rico)” [Apocalipse 2:9]. Quando Deus traz uma alma até Cristo, faz dela uma nova criatura; em seguida, Deus ama a nova criatura. Assim como quando Deus fez o mundo, ele viu tudo o que Ele havia feito, e agradou-Se, pois tudo era muito bom: assim, quando Deus faz uma nova criação no coração, Deus se deleita nele. Ele diz que tudo é muito bom.
Objeção. Minhas graças são todas imperfeitos. Elas não me agradam, como elas podem agradar a Deus? Eu não posso fazer as coisas que eu gostaria.
Resposta. Tudo isso é verdade; contudo, Deus ama a Sua obra na alma. Seu Espírito ora por você, vive em você, se move em você. Deus ama o trabalho de Seu próprio Espírito. Assim como você gosta das flores de seu próprio plantio, como você ama a um lugar em que você investiu muito, assim Deus ama os Seus filhos, e não por qualquer coisa deles mesmos, mas pelo que Ele tem feito por eles e neles. Eles são comprados por um alto preço, Ele os comprou com Seu próprio sangue. Ele os rega a cada momento, para que nada os prejudique; Ele os guarda de noite e de dia, e como Ele pode fazer qualquer outra coisa senão amá-los? Ele ama o lugar onde habita o Seu Espírito. Assim como Deus amou o templo: “Este é o meu repouso para sempre; aqui habitarei, pois o desejei” [Salmos 132:14], não por qualquer bem nele, mas porque era o lugar de Seus pés; porque Ele tinha feito tanto por ele; assim Deus ama os Seus Cristãos, somente porque Ele habita neles, e tem feito muito por eles. Assim como foi com a vara de Arão: era uma vara seca, como qualquer outra vara; mas Deus a fez brotar, e florescer renovos, e produzir amêndoas; e, portanto, Ele a fez ser guardada no santo dos santos. Assim, um cristão é uma árvore seca; mas Deus o faz dar frutos, e ama a obra de Suas próprias mãos. Caros cristãos, andem segundo o Espírito, e agradem a Deus mais e mais. Ele salva os contritos de espírito. Seu semblante contempla reto: “Eu amo aqueles que me amam” [Provérbios 8:17].
.
II. Deus trará todo o Seu povo para a glória. Há muitas dificuldades no caminho. (1) Assim foi com Israel. As cidades eram fortificadas e muito grandes; os habitantes eram gigantescos e fortes; eles caíram diante deles como gafanhotos. (2) Assim é com os filhos de Deus: eles têm muitos e grandes inimigos: o diabo e seus anjos, uma vez que o mais brilhante e o mais elevado das inteligências criadas, agora é o grande inimigo das almas. Ele está contra o cristão. O mundo está cheio de gigantes, todos opostos aos filhos de Deus. As perseguições dos ímpios, as seduções do prazer, estes são grandes inimigos no caminho. Há desejos gigantes no coração: a concupiscência dos elogios, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos, a soberba da vida. Diante destes a alma se sente como um gafanhoto, sem força: “Não poderemos subir contra aquele povo, porque é mais forte do que nós”.
Argumento. Se Ele Se agradar de nós, Ele nos fará entrar nessa terra. Ele é capaz: “Se Deus é por nós, quem será contra nós?” [Romanos 8:31]. (1) Deus é mais forte que Satanás. Satanás não é nada em Sua mão. É mais fácil para Deus esmagar Satanás debaixo dos nossos pés, do que para vocês esmagarem uma mosca. Deus é infinitamente mais forte do que Satanás. Satanás não pode impedir Deus de levar-nos à glória, além do que uma mosca pode, a qual vocês esmagam com o pé. “E o Deus de paz esmagará em breve Satanás debaixo dos vossos pés” [Romanos 16:20]. “Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós” [Tiago 4:7]. (2) Mais forte do que o mundo. O mundo muitas vezes vem ao nosso encontro como homens armados; mas se Deus é por nós, quem será contra nós? “São eles nosso pão” [Números 14:9]. É tão fácil superar toda a oposição quando Deus está conosco, como a um homem com fome o comer pão. Foi Deus quem cingiu Ciro, embora ele não O conhecia. Assim, Ele ainda faz: os homens do mundo são uma vara na mão de Deus. Deus o coloca desta ou daquela maneira, para cumprir toda a Sua vontade; e quando Ele a cumprir, Ele os quebrará em pedaços, e os lançará no fogo. “E não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma” [Mateus 10:28]. Oh! Cristão, se você vive pela fé, você pode viver uma vida feliz! (3) Mais forte do que o nosso próprio coração. Há muitas Jericós em nosso próprio coração, fortificadas até aos céus, muitas fortalezas do pecado, muitas concupiscências gigantes que ameaçam nossas almas. “Miserável homem que eu sou! quem me livrará do corpo desta morte?” [Romanos 7:24]. “Se o Senhor se agradar de nós, então nos porá nesta terra”. Pela fé as muralhas de Jericó caíram depois de rodeadas por sete dias. Deus fez os muros de Jericó caírem por terra, por um simples sopro de vento, um ruído; assim Ele ainda é capaz. Acomodem isso em seus corações; não há Jericó em seus corações, que Deus não seja capaz de fazer cair em um momento. Vocês já viram um pastor carregando uma ovelha em seu ombro; ele se depara com muitas pedras no caminho, muitos espinhos, muitos córregos; ainda assim, a ovelha não sente nenhuma dificuldade; ela é carregada acima de tudo. Assim é com toda a alma que se rende a Deus: a única dificuldade é repousar em Seu ombro.
Aplicação para os jovens Cristãos. Vejam onde reside a vossa santificação: em Deus: “Porque em ti está o manancial da vida” [Salmos 36:9]. “A vossa vida está escondida com Cristo em Deus” [Colossenses 3:3. Sua santidade não depende de vocês, mas dEle. É uma lição difícil de aprender, que vocês não podem santificar a s“E falaram a toda a congregação dos filhos de Israel, dizendo: A terra pela qual passamos a espiar é terra muito boa. Se o Senhor se agradar de nós, então nos porá nesta terra, e no-la dará; terra que mana leite e mel.” (Números 14:7-8)
Quando os filhos de Israel chegaram à fronteira da terra prometida, Moisés, sob a ordem de Deus, enviou doze homens para espiar a boa terra. Eles a espiaram por 40 dias, de um lado para o outro, e depois voltaram, trazendo um cacho de uvas, carregado por dois homens em uma vara, colhido do fecundo Vale de Escol. Mas dez dos espias trouxeram um mau relatório da terra. O terreno, segundo eles, era bom; mas os habitantes eram gigantes, e as cidades fortificadas até aos céus; e a conclusão que chegaram foi: “Não poderemos subir contra aquele povo, porque é mais forte do que nós” (versículo 31).
Josué e Calebe sozinhos tentaram acalmar o povo. Eles não negaram que os homens eram altos, e que as cidades eram fortificadas; mas apontaram para a coluna de nuvem, para responder a todas as objeções: “O Senhor está conosco”, e subjugaremos o povo tão facilmente como nós comemos pão. “A terra pela qual passamos a espiar é terra muito boa”.
Doutrina: Se Deus agradar-Se em uma alma, ele a trará para a boa terra.
.
I. Mostrar quem são aqueles em quem Deus Se deleita.
1. Deus não tem prazer na alma natural. “Se tu, Senhor, observares as iniquidades, Senhor, quem subsistirá?” [Salmos 130:3]. “Porque tu não és um Deus que tenha prazer na iniquidade, nem contigo habitará o mal”. [Salmos 5:4]. “Tu és tão puro de olhos, que não podes ver o mal” [Habacuque 1:13]. “Ó Deus, tu matarás decerto o ímpio”. Os filhos de Eli não deram ouvidos à voz de seu pai; porque o Senhor os queria matar. É a própria natureza de Deus o odiar e se afastar daquilo que é pecaminoso. Uma pessoa com um bom ouvido para a música não pode deliciar-se com algo desafinado e dissonante. É impossível em sua própria natureza. Assim, é impossível em Deus o deleitar-se em um pecador deliberado. Uma pessoa coberta com o pecado é totalmente contrária à natureza de Deus; e, portanto, quando os pecadores deliberados e Deus se encontrarem no julgamento, Deus não terá misericórdia, nem cederão os Seus olhos. Ele dirá: “Amarrai-o de pés e mãos, levai-o, e lançai-o nas trevas exteriores” [Mateus 22:13].
Oh! Vocês que se cobrem de pecado, pensem nisso. Vocês que estão descobertos aos olhos de Deus, preparem-se para encontrar o seu Deus. Como vocês entrarão na presença de alguém que abomina o pecado, quando Ele colocar os seus pecados mais secretos à luz de seu rosto, quando Ele trouxer à luz todas as obras ocultas das trevas, quando vocês darão conta de toda palavra torpe? Ah! Onde vocês aparecerão?
2. Ele Se deleita em alguém aspergido com o sangue de Cristo. Quando um pecador merecedor do inferno é iluminado no conhecimento de Cristo, quando ele crê no testemunho que Deus deu a respeito de Seu Filho, e com alegria consente que o Senhor Jesus seja seu Fiador, em seguida, o sangue de Cristo é, por assim dizer, aspergido sobre essa alma. Quando Arão e seus filhos foram separados para o sacerdócio, o sangue do cordeiro foi colocado sobre a ponta da orelha direita deles, e o dedo polegar da sua mão direita, e no dedo polegar do seu pé direito, para significar que eles foram mergulhados no sangue da cabeça aos pés; por isso, quando Deus olha sobre uma alma em Cristo, Ele a vê mergulhada no sangue do Salvador. Ele olha para a alma como tendo sofrido tudo o que Cristo sofreu; portanto, Ele Se deleita naquela alma. Seu senso de justiça é satisfeito. Deus tem um senso infinito de justiça. Seus olhos contemplam todas as coisas igualmente; agora, quando Ele vê o sangue de Seu Filho aspergido sobre qualquer alma, Ele vê que a justiça teve sua plena satisfação naquela alma, que os pecados desse homem foram mais plenamente punidos do que se ele mesmo os tivesse suportado eternamente.
Seu senso de misericórdia está satisfeito. Ele Se deleita na benignidade. Mesmo quando a justiça esteve clamando: “Ó Deus, tu matarás decerto o ímpio” [Salmo 139:19], Sua misericórdia estava anelando pelos pecadores, e Ele providenciou o resgate. E agora, quando o pecador se apegou ao resgate, a misericórdia é derramada em perdão. Deus Se deleita na misericórdia; Ele Se deleita em perdoar a alma. É doce notar como Jesus Se agrada em perdoar os pecados. Na mulher que lavou os Seus pés, como ele parece insistir nisso! “Os seus muitos pecados lhe são perdoados” [Lucas 7:47]. E mais uma vez Ele disse a ela: “Os teus pecados te são perdoados” [v. 48]; e de novo, pela terceira vez: “Vá em paz” [v. 50]. E assim Deus ama perdoar: “Há alegria diante dos anjos de Deus por um pecador que se arrepende” [Lucas 15:10].
Um convite aos pecadores trementes a virem a Jesus. Alguns de vocês estão tremendo sob um sentido de estarem expostos à ira de Deus. Qual dos Seus mandamentos você não quebrou? Seu caso é de fato sombrio, seus medos são mui justos e razoáveis; e se você percebesse a sua condição totalmente, eles seriam dez mil vezes maiores. No entanto, aqui há uma fonte aberta para o pecado e a impureza. Se você apenas estiver disposto a vir ao Senhor Jesus, você não precisa manter-se mais por mais nenhum momento fora do favor de Deus. Você vê quão completamente seguro você estaria, se você tomasse deste sangue. Um Deus justo e misericordioso Se deleitará em você, para perdoar-te. É totalmente em vão que você tente a sua justiça própria; ela nunca fará com que Deus Se deleite em você, pois são trapos imundos diante dos Seus olhos, mas o sangue da expiação, o sangue do Cordeiro, fala de paz.
3. Deus Se deleita no santificado. Vocês se lembram, no livro do Apocalipse, quantas vezes Jesus diz: “Eu conheço as tuas obras”. Ele o diz com deleite, no caso de Esmirna: “Conheço as tuas obras, e tribulação, e pobreza (mas tu és rico)” [Apocalipse 2:9]. Quando Deus traz uma alma até Cristo, faz dela uma nova criatura; em seguida, Deus ama a nova criatura. Assim como quando Deus fez o mundo, ele viu tudo o que Ele havia feito, e agradou-Se, pois tudo era muito bom: assim, quando Deus faz uma nova criação no coração, Deus se deleita nele. Ele diz que tudo é muito bom.
Objeção. Minhas graças são todas imperfeitos. Elas não me agradam, como elas podem agradar a Deus? Eu não posso fazer as coisas que eu gostaria.
Resposta. Tudo isso é verdade; contudo, Deus ama a Sua obra na alma. Seu Espírito ora por você, vive em você, se move em você. Deus ama o trabalho de Seu próprio Espírito. Assim como você gosta das flores de seu próprio plantio, como você ama a um lugar em que você investiu muito, assim Deus ama os Seus filhos, e não por qualquer coisa deles mesmos, mas pelo que Ele tem feito por eles e neles. Eles são comprados por um alto preço, Ele os comprou com Seu próprio sangue. Ele os rega a cada momento, para que nada os prejudique; Ele os guarda de noite e de dia, e como Ele pode fazer qualquer outra coisa senão amá-los? Ele ama o lugar onde habita o Seu Espírito. Assim como Deus amou o templo: “Este é o meu repouso para sempre; aqui habitarei, pois o desejei” [Salmos 132:14], não por qualquer bem nele, mas porque era o lugar de Seus pés; porque Ele tinha feito tanto por ele; assim Deus ama os Seus Cristãos, somente porque Ele habita neles, e tem feito muito por eles. Assim como foi com a vara de Arão: era uma vara seca, como qualquer outra vara; mas Deus a fez brotar, e florescer renovos, e produzir amêndoas; e, portanto, Ele a fez ser guardada no santo dos santos. Assim, um cristão é uma árvore seca; mas Deus o faz dar frutos, e ama a obra de Suas próprias mãos. Caros cristãos, andem segundo o Espírito, e agradem a Deus mais e mais. Ele salva os contritos de espírito. Seu semblante contempla reto: “Eu amo aqueles que me amam” [Provérbios 8:17].
.
II. Deus trará todo o Seu povo para a glória. Há muitas dificuldades no caminho. (1) Assim foi com Israel. As cidades eram fortificadas e muito grandes; os habitantes eram gigantescos e fortes; eles caíram diante deles como gafanhotos. (2) Assim é com os filhos de Deus: eles têm muitos e grandes inimigos: o diabo e seus anjos, uma vez que o mais brilhante e o mais elevado das inteligências criadas, agora é o grande inimigo das almas. Ele está contra o cristão. O mundo está cheio de gigantes, todos opostos aos filhos de Deus. As perseguições dos ímpios, as seduções do prazer, estes são grandes inimigos no caminho. Há desejos gigantes no coração: a concupiscência dos elogios, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos, a soberba da vida. Diante destes a alma se sente como um gafanhoto, sem força: “Não poderemos subir contra aquele povo, porque é mais forte do que nós”.
Argumento. Se Ele Se agradar de nós, Ele nos fará entrar nessa terra. Ele é capaz: “Se Deus é por nós, quem será contra nós?” [Romanos 8:31]. (1) Deus é mais forte que Satanás. Satanás não é nada em Sua mão. É mais fácil para Deus esmagar Satanás debaixo dos nossos pés, do que para vocês esmagarem uma mosca. Deus é infinitamente mais forte do que Satanás. Satanás não pode impedir Deus de levar-nos à glória, além do que uma mosca pode, a qual vocês esmagam com o pé. “E o Deus de paz esmagará em breve Satanás debaixo dos vossos pés” [Romanos 16:20]. “Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós” [Tiago 4:7]. (2) Mais forte do que o mundo. O mundo muitas vezes vem ao nosso encontro como homens armados; mas se Deus é por nós, quem será contra nós? “São eles nosso pão” [Números 14:9]. É tão fácil superar toda a oposição quando Deus está conosco, como a um homem com fome o comer pão. Foi Deus quem cingiu Ciro, embora ele não O conhecia. Assim, Ele ainda faz: os homens do mundo são uma vara na mão de Deus. Deus o coloca desta ou daquela maneira, para cumprir toda a Sua vontade; e quando Ele a cumprir, Ele os quebrará em pedaços, e os lançará no fogo. “E não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma” [Mateus 10:28]. Oh! Cristão, se você vive pela fé, você pode viver uma vida feliz! (3) Mais forte do que o nosso próprio coração. Há muitas Jericós em nosso próprio coração, fortificadas até aos céus, muitas fortalezas do pecado, muitas concupiscências gigantes que ameaçam nossas almas. “Miserável homem que eu sou! quem me livrará do corpo desta morte?” [Romanos 7:24]. “Se o Senhor se agradar de nós, então nos porá nesta terra”. Pela fé as muralhas de Jericó caíram depois de rodeadas por sete dias. Deus fez os muros de Jericó caírem por terra, por um simples sopro de vento, um ruído; assim Ele ainda é capaz. Acomodem isso em seus corações; não há Jericó em seus corações, que Deus não seja capaz de fazer cair em um momento. Vocês já viram um pastor carregando uma ovelha em seu ombro; ele se depara com muitas pedras no caminho, muitos espinhos, muitos córregos; ainda assim, a ovelha não sente nenhuma dificuldade; ela é carregada acima de tudo. Assim é com toda a alma que se rende a Deus: a única dificuldade é repousar em Seu ombro.
Aplicação para os jovens Cristãos. Vejam onde reside a vossa santificação: em Deus: “Porque em ti está o manancial da vida” [Salmos 36:9]. “A vossa vida está escondida com Cristo em Deus” [Colossenses 3:3. Sua santidade não depende de vocês, mas dEle. É uma lição difícil de aprender, que vocês não podem santificar a si mesmos, que vocês não podem superar estes gigantes, e escalar estas muralhas. Vocês aprenderam uma lição de humildade, que vocês não têm nenhuma justiça; que nada que vocês tenham feito ou farão, vos justificará. Agora, aprendam outra humilhante lição: que, mesmo quando perdoados, vocês não têm força. É a mais humilhante de todas as coisas: repousar, como uma ovelha, em Seus ombros; mas, oh! Isso é doce. Sejam como a vara de Arão, uma vara seca em si, até que Ele vos faça brotar, e florescer, e frutificar. Diga como Efraim: “Eu sou como a faia verde”, e ouçam Ele dizer: “de Mim é achado o teu fruto” [Oséias 14:8].
Para os Cristãos caídos. Alguns de vocês podem ter caído em pecado. O motivo foi apenas este: vocês se esqueceram de onde sua força residia. Não foi a força da paixão nem a força de Satanás, nem a sedução do mundo que vos fez cair, foi a incredulidade; vocês não repousaram em Sua mão.
Para os Cristãos idosos. Vocês chegaram à fronteira da terra prometida, e ainda assim, seus inimigos parecem gigantes, e as cidades fortificadas até aos céus, e vocês se sentem como um gafanhoto. Ainda assim, se o Senhor Se agradar de vocês, Ele os guardará no amor de Deus. Aquele que vos salvou da boca do leão, e das garras do urso, lhes poupará da mão deste Filisteu. Confiem em Deus até o fim.
Mesmo no vale da sombra da morte, olhem para trás, para todos os seus livramentos; olhem para todos os Ebenézers que vocês elevaram, e digam:
Depois de tanta misericórdia passada,
Podes Tu deixa-me naufragar, por fim?i mesmos, que vocês não podem superar estes gigantes, e escalar estas muralhas. Vocês aprenderam uma lição de humildade, que vocês não têm nenhuma justiça; que nada que vocês tenham feito ou farão, vos justificará. Agora, aprendam outra humilhante lição: que, mesmo quando perdoados, vocês não têm força. É a mais humilhante de todas as coisas: repousar, como uma ovelha, em Seus ombros; mas, oh! Isso é doce. Sejam como a vara de Arão, uma vara seca em si, até que Ele vos faça brotar, e florescer, e frutificar. Diga como Efraim: “Eu sou como a faia verde”, e ouçam Ele dizer: “de Mim é achado o teu fruto” [Oséias 14:8].
Para os Cristãos caídos. Alguns de vocês podem ter caído em pecado. O motivo foi apenas este: vocês se esqueceram de onde sua força residia. Não foi a força da paixão nem a força de Satanás, nem a sedução do mundo que vos fez cair, foi a incredulidade; vocês não repousaram em Sua mão.
Para os Cristãos idosos. Vocês chegaram à fronteira da terra prometida, e ainda assim, seus inimigos parecem gigantes, e as cidades fortificadas até aos céus, e vocês se sentem como um gafanhoto. Ainda assim, se o Senhor Se agradar de vocês, Ele os guardará no amor de Deus. Aquele que vos salvou da boca do leão, e das garras do urso, lhes poupará da mão deste Filisteu. Confiem em Deus até o fim.
Mesmo no vale da sombra da morte, olhem para trás, para todos os seus livramentos; olhem para todos os Ebenézers que vocês elevaram, e digam:
Depois de tanta misericórdia passada,Podes Tu deixa-me naufragar, por fim?