AdSense

terça-feira, 8 de setembro de 2015

A expressão da alma perdida

"O meu coração ferve com palavras boas; falo do que tenho feito no tocante ao Rei; a minha língua é a pena de um destro escritor. Tu és mais formoso do que os filhos dos homens; a graça se derramou em teus lábios; por isso Deus te abençoou para sempre. O teu trono, ó Deus, é eterno e perpétuo; o cetro do teu reino é um cetro de equidade".

INTRODUÇÃO

Há um povo que tem testemunhado sua relação de amor com o Senhor. A este povo dá-se o nome de Igreja Fiel.

DESENVOLVIMENTO

"O meu coração…" A experiência é individual.

"Ferve com palavras boas…" Para ferver é necessário um aquecimento contínuo, e o Espírito Santo tem constantemente aquecido nossos corações com uma boa palavra.

"Falo do que tenho feito no tocante ao Rei…" É o testemunho de vida, daquele que teme ao Rei (madruga, Jejua, Louva, Evangeliza) e o faz com satisfação.

"A minha língua é a Pena de um Destro Escritor…" (A boca fala o que o coração esta cheio). Tudo o que sai dos nossos lábios está num memorial diante de Deus, e soa como um louvor de gratidão ao Senhor.

"Tu és mais formoso do que os filhos dos homens…" Porque ele tinha a Obra (projeto do Pai) como forma de vida.

"A graça se derramou em seus lábios…" Porque ele anunciava Boas Novas, e a igreja dá continuidade a essa Obra de Salvação.

"Por isso Deus te abençoou para sempre…" Não pensou em si, antes se deu por nós. Em conseqüência dessa dedicação Deus o tornou o único mediador entre Deus Pai e o homem.

CONCLUSÃO

"O teu Trono, oh Deus, é eterno e perpétuo, o cetro do teu reino é um cetro de Equidade…"" de Eternidade em eternidade Ele é DEUS, (O PAI) Criador de todas as coisas, o que direciona, norteia é o ESPÍRITO SANTO e

JESUS é verdade e justiça. Verdade que liberta e justifica o homem para uma nova vida diante de Deus.