AdSense

sábado, 19 de março de 2016

Na minha angústia, clamei ao Senhor

E disse: Na minha angústia, clamei ao SENHOR, e ele me respondeu; do ventre do inferno gritei, e tu ouviste a minha voz.

Jonas 2.2
Bom é clamar ao Senhor quando a tentação estiver chegando; assim, ela não terá chance de realizar seu propósito. Ela é uma arma perigosa, usada pelo diabo, para nos tirar da presença divina e nos colocar sob suas garras. Jamais brinque com o tentador. Sansão, por exemplo, ao se expor ao perigo, viu a sua teimosia transformar-se em desgraça, quando Dalila descobriu o seu segredo e o entregou aos filisteus.
Quem vê a tentação se aproximar, mas não clama a Deus, mostra que Ele não é muito importante em sua vida. Isso é triste, porque, quando houver necessidade de ser atendido, o Altíssimo não poderá prestar-lhe socorro. O Senhor não Se cansa nem Se fadiga, por isso, sempre que precisar dEle, ore com fé e creia que Ele irá atendê-lo, pois não pode negar-se a si mesmo (2 Tm 2.13). Deus tem prazer em ajudar todos os que O buscam.
A pessoa que não ora enfrenta grandes tribulações. Assim aconteceu com o apóstolo Pedro, que, mesmo tendo sido avisado pelo Mestre, negou-O três vezes. Ele não acreditou na advertência de Jesus, achando que pudesse vencer sozinho a tentação, por isso chorou amargamente para obter perdão após seu fracasso. O certo é não pensar que pode ser diferente com você. Essa tática já foi usada por muitos que se submeteram ao diabo.
Quando Jonas viu que não havia chance de se salvar, estando há três dias dentro do peixe, entendeu que o fato de estar vivo já era prova suficiente do amor de Deus por ele; então, resolveu orar. Ao fazer isso, ele alcançou a misericórdia do Senhor e foi salvo. Se você estiver em uma situação onde não vê mais esperança de salvação, faça o mesmo e veja o quanto Deus pode ajudá-lo. O Altíssimo não negará bem algum aos que andam na retidão (Sl 84.11).
Jonas resumiu seu problema, dizendo que estava no ventre do Inferno, porque seu sofrimento era muito grande e não havia como escapar. Ao lembrar-se das promessas, o poder de Deus entrou no coração dele, que apresentou sua oração ao Senhor. Ele foi ouvido por crer no que o Altíssimo afirmava, apesar de não estar fazendo a vontade dEle. Porém, quando a fé voltou ao seu coração, ele se apropriou dela e partiu para executar a sua missão.
Não importa onde você esteja ou quanto tempo tenha se deixado levar pelo inimigo. O importante é ter a luz de Deus operando em seu ser e clamar a Ele. Certamente, você será atendido e consequentemente libertado. Esse recurso fez o Senhor ouvir Agar e atender à necessidade dela (Gn 21.17). O Onipotente promete responder a todos que rogarem a Ele.
O Altíssimo há de falar ao “peixe” que o abocanhou a fim de que o vomite. Então, você poderá corrigir o seu erro e cumprir o plano que o Altíssimo tem para você. Não deixe o diabo enganá-lo novamente. Sem temer nenhuma das suas ameaças, decida fazer a completa vontade de Deus. Clame e seja salvo.
Em Cristo, com amor,