AdSense

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

A Reforma Protestante

QUASE 500 ANOS DA REFORMA PROTESTANTE
"O verdadeiro tesouro da igreja é o santíssimo evangelho da glória e da graça de Deus." Martinho Lutero



Em 31 de outubro de 1517, a igreja protestante se dividiu da Igreja Católica, marcando assim um dos desmembramentos mais importantes do cristianismo. Até esse dia, somente as lideranças eclesiásticas e os nobres tinham acesso às Escrituras. Além disso, todo o conteúdo era em latim. A Bíblia era algo exclusivo de uma minoria e a fé era usada como instrumento de manipulação.

Além de discordar da postura adotada pela Igreja Católica, o movimento liderado por Lutero defendia a liberdade de cada indivíduo para interpretação dos textos bíblicos e que o homem não é justificado pelas suas obras, mas sim pela fé em Cristo. Ele também sempre acreditou que a Bíblia é infalível por ser inspirada pelo Espirito Santo e que qualquer pessoa deveria ter acesso a ela. Sua luta não foi nada fácil, mas, graças a esse modo diferente de pensar, a igreja evangélica representa hoje no Brasil, 25% da população e cresceu 61% em dez anos (2000 – 2010), segundo análises realizadas pelo IBGE.

A Revista Portas Abertas de outubro destaca o poder transformador da Palavra, o mesmo defendido por Lutero durante toda sua jornada. Se você não recebe a revista, saiba como receber mensalmente informações e relatos dos cristãos perseguidos. Assim como Lutero se tornou um agente transformador de gerações, que possamos deixar Deus nos usar para transformar por meio da sua Palavra a nossa família, amigos e igreja.